Home » Pedro Gomes: Eleições 2024; prefeito William reúne secretariado e cobra fidelidade; Jani bateu o pé

Pedro Gomes: Eleições 2024; prefeito William reúne secretariado e cobra fidelidade; Jani bateu o pé

por Paulo Da Silva
0 Comente

Durante o encontro, prefeito não citou qual nome irá receber o seu apoio para a sucessão.

por: Paulo da Silva

O prefeito William Fontoura (PP) reuniu dias atrás o secretariado e cobrou fidelidade. A reunião do primeiro escalão teria ocorrido dentro do gabinete e teve momentos de tensão. As informações são de uma fonte que pediu anonimato.

Durante o encontro, o gestor teria cobrado para que seus mais chegados selassem um compromisso de fidelidade, dado ao cenário político que se avizinha. Questionado quem ele apoiaria para a sua sucessão, o prefeito silenciou. Pessoas próximas do prefeito tem revelado que de uns tempos para cá, ele tem demostrado uma certa euforia quanto aos seus últimos meses no comando do executivo. Parece não compreender as finitudes das eras e desconsiderar o seu principal feito politico; foi prefeito por duas vezes. Façanha que nem um outro conseguiu! Outra proeza: se tornou até papai! Ainda assim melancólico, dizem. Vez por outra é flagrado olhando demoradamente para a cadeira executiva. Respira fundo e até algumas lágrimas salgadas escorregam pela face. Um flagrante notório que William já está nostálgico e isso preocupa os mais próximos.

Pois bem. Normando Mota do PSDB é o nome mais provável para receber suas bênçãos e até uma reunião já teria ocorrido para aparar arestas criadas após, o Contador ficar de ‘namorico político’ com o ex-prefeito Vanderley Mota.

De acordo com uma fonte, Jani Maria Cunico teria ‘peitado’ William. Argumentou o acordo feito entre ambos-, que ela ficaria na pasta até o último dia de seu segundo mandato. Jani lembrou que ela e seu esposo Jean pagaram um alto preço depois que o partido na época ter escolhido apoiar o atual prefeito e não o seu principal adversário, Vanderley Mota que buscava seu 3º mandato.

Publicidade

O PSDB partido em questão, tocado há mais de duas décadas por Jean definiu por meio de diretório apoiar William e não Vanderley como era a vontade do deputado Paulo Correia, o ‘mandachuva’ do partido. A briga foi parar na mais alta Corte-, com a derrota para Jean e Jani. Como se sabe, Doglas Oliveira virou o vice-prefeito.

William teria ficado mudo diante dos argumentos incisivos e imperativos de Jani. Ficou sem ação. Não teria coragem de descascar o abacaxi; ou seja, demitir Jani. Espera que ela peça para sair, já que o marido é também virtual candidato por um outro partido que ele pode até chamar de seu, o Republicanos.  Vai sonhando viu, William. Ora pois, caro leitor. Caso ainda não saiba é tudo por causa do poder. Gordos salários, pomposas diárias, viagens para Dubai…Ah, o poder! Tão embriagador. Voltaremos.

você pode gostar

Deixe um comentário

Aqui, mergulhamos no mundo das notícias e informações, trazendo para vocês uma plataforma dedicada a relatar os eventos mais relevantes e impactantes que ocorrem em nosso cenário local, nacional e internacional.

 

Somos apaixonados por compartilhar histórias importantes, investigar acontecimentos, analisar os fatos e apresentar uma visão completa e imparcial dos acontecimentos que moldam o nosso mundo.

Feito com  pelo time VCONLINE

You cannot copy content of this page